CICLOCULTURA Rede de Mobilidade Sustentável

O objetivo principal é estimular uma ciclocultura, cultivando o uso da bicicleta de forma permanente e benéfica, promovendo-a como veículo de transporte, lazer e esporte ético e sustentável. Em conjunto, estamos preparando o site ciclocultura.org.br, para articular uma rede de informações referentes a cultura da bicicleta e um cadastro sobre o tema, como locomoção sustentável, ciclismo, cicloturismo e atividades afins.

domingo, junho 12, 2005

Como a Aventura se Sustenta - Serviços e Produtos
























O Jogo Dominó do Lixo é um material lúdico-pedagógico desenvolvido nas Oficinas de Arte Reciclagem do arte-educador ambiental Juliano Riciardi e traduzido em 3 línguas por sua amiga franco-americana e permacultora, Julie Macé. Seu objetivo maior é possibilitar que os participantes aprendam brincando, como separar e armazenar corretamente o lixo doméstico. O jogo é uma forma divertida de disseminar conceitos ecológicos e inter-cultural, aprendendo a ter uma relação mais harmônica com a natureza.

Adquirindo o dominó do lixo, você estará contribuindo com a sustentabilidade da Expedição CICLOBRASIL !

Valores:

* a unidade....7 R$
* a dezena......5 R$
* a centena.....5 R$ e acrescentamos a logo marca do parceiro em todas as peças do jogo (cada jogo contém 60 peças)

sábado, junho 11, 2005

quinta-feira, junho 09, 2005

REDE DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

CICLOCULTURA

Expedição CICLOBRASIL


http://ciclocultura.blogspot.com

www.ciclocultura.org.br

1. Apresentação

Através de uma iniciativa própria e pioneira, 4 jovens ciclocultores, formaram uma equipe de profissionais em movimento - artistas, professores, gestores ambientais e agricultores - e estão organizando a Expedição CICLOBRASIL. O objetivo maior desses jovens é difundir a ciclocultura - a cultura da bicicleta, pelas 5 regiões brasileiras, através da produção e do consumo ético e ecológico, percorrendo o país utilizando-se da bicicleta como locomoção sustentável, realizando ações práticas e oficinas de permacultura, que é cultura permanente do ambiente, em propriedades e instituições afins e compondo uma rede de mobilidade sustentável pelo percurso. Qualquer um que tenha interesse ou saiba de alguém ou alguma instituição que se interesse por esses temas, a equipe está “on line” - www.ciclocultura.org.br - viajando e buscando agenciar a sua passagem por esses locais. Assim, através de parcerias solidárias, poderem atingir os resultados esperados e com todo o sucesso.

2. Objetivos específicos

· formar uma Rede de Mobilidade Sustentável

· fomentar uma cultura permanente do uso da bicicleta

· promover bicicleta como locomoção sustentável

· ampliar as ações em permacultura pelo território brasileiro

· potencializar outras iniciativas sustentáveis pelo trajeto

· identificar experiências inovadoras de desenvolvimento de modelos econômicos, sociais e ecológicos alternativos no Brasil

· remontar solidariamente o conjunto de cadeias produtivas sustentáveis

· unificar ações em torno de eixos: Rede de trocas solidárias, locomoção sustentável e permacultura

3. Metas da Expedição

* se deslocar pelo Brasil utilizando-se de bicicletas

* organizar um banco de informações da Rede de Mobilidade Sustentável

* consumir produtos locais e de época

* consumir produtos e serviços orgânicos e sustentáveis

* estabelecer uma moeda social - ciclo

* fortalecer a economia local

* beneficiar o acesso a produtos ecológicos

* disseminar experiências de sucesso

4. Práticas de Sustentabilidade

Práticas de Sustentabilidade da Expedição CICLOBRASIL

· Rede de trocas solidárias

· Palestras
- A Expedição CicloBrasil
- Consumo consciente
- Locomoção sustentável
- Permacultura
- Educação para a sustentabilidade
- Agroecologia
- Redes de trocas
- Cidadania planetária – pensar global agir local

· Oficinas e mini-cursos
- Design em permacultura
- Cisternas em ferro cimento
- Minhocário
- Horta mandala
- Espiral de ervas
- Adobe
- Superadobe
- Aquecedor solar de baixo custo
- Secadores solares
- Forno
- Taipa de pilão
- Pau a pique
- Percepção ambiental
- Papel reciclado
- Agroecologia
- Biomineralização
- Biodinâmica
- Água:manejo sustentável
- Padrões : a linguagem da natureza
- Design e Artes gráficas
- Alimentos saudáveis
- Produtos de limpeza e fitocosméticos
- Corantes naturais
- Compostagem
- Capacitação em gestão e manejo sustentável do lixo
- Recicleta: reciclagem de bicicleta

· Passeios ciclísticos

· Auditoria e consultoria em permacultura

· Exposições culturais

5. Construindo uma Rota de Sustentabilidade

O roteiro para a viagem se auto-sustentar, será estabelecido por trocas solidárias entre as pessoas, instituições e comunidades que estejam interessadas em alguma das práticas de sustentabilidade que temos a oferecer, promovendo assim a Rede de Sustentabilidade da Expedição CICLOBRASIL.

A cultura solidária da troca são ações prestadas por meio de intercâmbios solidários mútuos, o que possibilita pessoas de qualquer nível econômico poder participar.

A Sustentabilidade da Expedição CICLOBRASIL consiste em produtos e serviços que a equipe tem para oferecer e o que necessita para poderem se sustentar ecologicamente nesta cicloviagem, bem como para realizar e oferecer práticas sustentáveis nas comunidades de aprendizagem.

Da mesma forma, estes parceiros itinerantes da Expedição CICLOBRASIL devem escolher o que querem receber e também o que tem para doar como forma de retribuição.

O sistema de trocas solidárias é muito mais que uma forma de organizar o econômico: é uma fonte de extraordinárias melhoras e transformações para as comunidades apreendentes e para cada uma das pessoas que tomam parte delas. São criadas novas formas de relação entre as pessoas e novas formas de entender a economia, despertando em cada um o melhor de si mesmo, ao permitir-lhe trabalhar com o que gosta de fazer.

Nascem novas amizades, se recupera a solidariedade, cresce a auto-estima, tanto a nível pessoal como comunitária; estimulam-se muitos de novos projetos; renasce uma família extensa muito maior, que dá valor aos recursos locais, a organização, a confiança e solidariedade da comunidade, de sua vontade e de sua capacidade de criar e imaginar.

Como se incluir na rota sustentável...

Para as pessoas e instituições que gostam destas jovens iniciativas e queiram participar espontaneamente, contribuindo de alguma forma com depósitos, materiais de viagens, aconchegos e suportes no caminho, e promover a REDE DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL, entrem em contato conosco para finalizarmos a sua adesão e cadastrarmos em nosso roteiro sustentável. No decorrer da viagem viabilizaremos a passagem da Expedição por sua comunidade, onde retribuiremos com alguma das Práticas de Sustentabilidade da Expedição CICLOBRASIL. Nosso contato é expedicaociclobrasil@yahoo.com.br

6. Logística de Viagem

* Materiais Educativos de Sustentabilidade da Expedição
- Dominó do lixo
- CD Rom: Ciclocultura
- Cd Rom: reciclagem de idéias
- Cd Rom Carona Brasil

* Materiais Promocionais
- camisetas
- folders informativos
- adesivos
- home page
- identidade da bicicleta

* Equipamentos para alavancar a cicloviagem
- 1 memória para máquina digital
- 1 gravador digital
- 2 pen drive
- 1 GPS
- 1 Carregador de baterias
- 2 Pilhas recarregáveis
- 1 note book


* Materiais para levar para apresentação
- portifólio do projeto
- cd rom do Projeto
- folders
- apresentações PPT
- vídeos
- CD´s de programas

* Materiais à serem produzidos
- Diário de Bordo da Viagem
- Livro de Imagens
- Livro de EcoDesign no Brasil
- Rede de Sustentabilidade Móvel
- Exposições Fotográficas
- Materiais pedagógicos

7. Parceiros Sustentáveis

- IPEP - Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa - Bagé/RS - www.ciclocultura.org.br

- USEB - União Sul Americana de Estudos para a Biodiversidade - Pelotas/RS -
www.useb.com.br

- Projeto Comunidades Litoraneas - Matinhos - Paraná - http://www.cttmar.univali.br/~comunidadeslitoraneas/index1.html

- Panquekanet / Pelotas/RS -
www.panquekanet.com.br

- Pinha Livre - Pelotas/RS - http://www.pinhalivre.org/

- Prefeitura Municipal de Cachoeirinha - Sec. da Educação e Sec. do Meio Ambiente - Cachoeirinha/RS.

- Escola YAZIGI de Taquara/RS - http://www.yazigi.com.br/

- Hotel Vila Verde - Taquara/RS - www.hotelvilaverde.blogspot.com

- SESI/Canela - www.sesirs.org.br/sesilazer

- Cyber Canela - e-mail:cybercanela@brturbo.com.br

- Multimídia Informática /Praia Grande/SC - www.multimidia.inf.br

- Epagri - Praia Grande/SC -www.epagri.rct-sc.br/epagri/index.jsp

- APCE - Associação Praia Grandense de Condutores para Ecoturismo - www.apce-sc.com.br

- POC equipamentos de aventura - www.poc.com.br

- COWBOY TAVARES - http://www.cowboytavares.pro.br/












8. Estratégias de mídia pública

* Home page :
* Folders informativos
* Cartilhas educativas
* Informativo CICLOCULTURA
* Imprensa de massa (rádios, TVs, jornais, sites especializados), local, regional, nacional e internacional)
* Produtos promocionais: camisetas, CD rom, livros, cartilhas e adesivos
* Comunidades Virtuais como: Gazzag, Orkut, etc....
* Sites de apoio:
www.maisaventura.com.br

9. Avaliação e Monitoramento das ações on line

· Diário de Bordo
· Livro caixa de sustentabilidade da Expedição
· Livro de assinaturas
· Planilhas de viagem
· Visitas institucionais
· Reportagens
· Entrevistas
· Relatórios

10. Resultados esperados

* Multiplicação e implantação de técnicas sustentáveis para comunidades visitadas

* Capacitação e formação de agentes multiplicadores em gestão ambiental

* Estimulo ao uso da bicicleta

* Restauração de bicicletas usadas

* Desenvolvimento de uma “rede de mobilidade sustentável”

* Implantação de redes de trocas locais

* Ampliação do conhecimento em permacultura pelo território brasileiro

* Identificação de experiências inovadoras de desenvolvimento de modelos econômicos, sociais e sustentáveis e alternativos no Brasil

* Visitas e reconhecimento de Unidades de Conservação brasileiras

* Estruturação de um Banco de dados e imagens on line, referentes aos 3 eixos temáticos: Rede de trocas solidárias, locomoção sustentável e permacultura

11. Responsáveis pela ação

- Juliano de Paiva Riciardi – Artista Visual e Permacultor - juriciardi@yahoo.com.br
- Luciana Nogueira – Gestora ambiental e Permacultora - lucianano@yahoo.com.br
- Julie Mace – Relações internacionais e Permacultora - julieclairemace@yahoo.com
- Cristiano Arejano – Permacultor - crispermapampa@yahoo.com.br

12. Resumo biográficos dos autores

Cristiano Arejano



Cristiano Arejano tem 28 anos é gaúcho é um permacultor nato envolvido com energias renováveis. Entre suas habilidades inclui construções com bambu, construções de biodigestores, participou da equipe que construiu a bioarquitetura do Fórum Social Mundial 2005 e também do Encontro de Ecoconstrução da América Latina - no IPEP/RS. É formado em agroecologia, biomineralização, biodinâmica e manejo de água sustentável. De 2004 a 2005 coordenou o setor de produção de alimentos no Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa - IPEP - Bagé/RS. Implantou sistemas de agroflorestas, lavoura de arroz consorciado com animais, hortas mandalas e jardins produtivos. Apaixonado pela natureza é um grande observador de biomas.

Julie Macé



Julie Macé - tem 25 anos é franco-americana, formada em Relações Internacionais pela faculdade de Boston University e trabalhou na ONG E. F. Schumacher Society em Great Barrington, Massachusetts, EUA, se envolvendo com economia local. Está no Brasil desde janeiro de 2005, onde veio especialmente para o Fórum Social Mundial ocorrido em Porto Alegre. Após este evento, deu uma volta pelo Brasil realizando trabalhos voluntários em permacultura, pelos Institutos da Rede Brasileira de Permacultura, o Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa IPEP e Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado, IPEC, onde efetuou seu curso de Design em Permacultura. Julie é uma excelente desenhista e a arte, agricultura orgânica e o meio ambiente são as suas principais razões de vida. Aventureira nata, conhece muitos lugares pelo mundo, onde procura vivenciar a cultura dos povos profundamente. No Brasil também fez uma viagem ciclística até o Uruguai e com isso se integrou na equipe da Expedição CICLOBRASIL.

Luciana Nogueira



Luciana Nogueira – tem 25 anos é paulistana, formada em Gestão Ambiental, pela Faculdade Senac, São Paulo. Realizou estágios na secretária de Estado do Meio ambiente de São Paulo na área de planejamento ambiental e no programa de apoio as ONgs ambientalistas - PROAONG/SP. Sua familiaridade com o meio ambiente e aventuras e as questões ambientais sempre estiveram presentes em sua vida. Realizou uma grande viagem aventura de 2001 à 2002, pelos Andes, chamada “Da Patagônia à Bolivia”. Também como voluntária elaborou uma implantação de coleta seletiva em condomínios de seu quarteirão em São Paulo. Buscou conhecer a permacultura no Brasil através do Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado e desenvolveu outros projetos pelo Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa, IPEP/RS. Atualmente coordena o projeto da “Expedição CICLOBRASIL”.

Juliano Riciardi


Juliano de Paiva Riciardi - tem 32 anos, é paranaense, licenciado em Artes Visuais pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande. Cursou de 1993 a 1997 Oceanografia, onde começou sua jornada como educador ambiental. É familiarizado com aventuras, onde em 1996 fez sua primeira expedição de carona para a Amazônia. Ainda neste ano percorreu 9.150 km pelo litoral do nordeste, após criar o Projeto Carona Brasil embarque na educação ambiental. Em 97 percorreu mais 13 estados brasileiros, indo do sul do Brasil ao Amazonas, de bicicleta dupla. Desde então não parou mais de viajar de bicicleta por diversas regiões. Trabalhou em projetos e instituições voluntariamente, como: Parque Ecológico Rio Camboriú/SC, Projeto Peixe Boi IBAMA/AL/PI, Projeto Carona Brasil - embarque na educação ambiental SC/RS, ONG V Ambiental/SC, Projeto Escola Completa/RS, ONG SIMBIOSE/RS, Projeto de Olho no Ambiente - PETROBRÁS/SC, Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado - IPEC/GO e Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa - IPEP/RS. Permacultor desde 2004, atualmente atua na criação de pedagogias e materiais didáticos em para uma vida sustentável e coordena o Projeto Ciclocultura - permacultura no pedal.